Curiosidades sobre museus brasileiros de importância mundial



Você sabia que boa parte dos melhores museus da América Latina fica no território brasileiro?

Você sabia que boa parte dos melhores museus da América Latina fica no território brasileiro? A cidade de São Paulo é o lugar com a maior quantidade de museus visitados por turistas anualmente. Se pararmos para comparar com outros países, no Brasil ainda há bastante descuido com museus, mas após o incêndio no Museu Nacional, em 2018, por exemplo, a reivindicação da população por preservação, cuidado e zelo pelo patrimônio tem crescido.

Já falamos aqui no blog sobre 10 museus em Santa Catarina que você precisa conhecer e hoje vamos apresentar curiosidades sobre museus brasileiros de importância mundial. Vamos lá!

1. MAM

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) é uma das mais importantes instituições culturais do Brasil. O prédio no Parque do Ibirapuera ocupado pelo museu foi construído para abrigar uma exposição sobre a Bahia, realizada em 1960,  o edifício está inserido no conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer em 1954. Ele deveria ter sido destruído, mas foi aproveitado para sediar o Museu do Presépio. O MAM mudou-se para o local em 1968. Seu jardim de esculturas ocupa 6 mil metros quadrados e abriga 25 obras feitas por 21 artistas brasileiros.

O acervo conta hoje com mais de 5.000 peças, a maioria produzida por artistas brasileiros ativos a partir da década de 1960. Possui uma das maiores bibliotecas especializadas em arte da cidade de São Paulo, com mais de 60.000 volumes. Desde 1969 organiza a mostra bienal Panorama da Arte Atual Brasileira, uma das mais tradicionais exposições periódicas do país e importante ferramenta para a ampliação do acervo.

2. MASP

Também em São Paulo, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand – ou apenas MASP, é um dos museus mais importantes do Hemisfério Sul. Localizado em um dos pontos mais icônicos da Avenida Paulista, numa área de 5 mil metros quadrados com um vão livre em concreto de extensão por 8 metros de altura (o maior das Américas). O projeto é da arquiteta Lina Bo Bardi, que fez o vão para que a vista do centro da cidade não fosse perdida.

Ele recebe exposições de todo o mundo e tem em seu acervo cerca de 9 mil obras importantíssimas de artistas renomados do mundo todo, como Renoir, Botticceli, Monet, Van Gogh, Degas, Vélazquez, Goya, Bosch e muitos outros. Um verdadeiro passeio pela história da arte.

3. Instituto Inhotim

Localizado na cidade de Brumadinho em Minas Gerais, é um dos museus mais lindos do mundo e o maior museu de arte ao ar livre da América Latina, unindo natureza e criação humana de uma forma incrível. Possui um acervo repleto de arte contemporânea com mais de 500 obras, como estátuas de bronze, fuscas coloridos e esferas que flutuam na água. São mais de 96 hectares de área com exposições (sendo mais de 700 hectares ao todo de preservação ecológica) onde o visitante pode interagir com o meio ambiente e as obras, de forma harmoniosa e interessante. Outra curiosidade é que seu Jardim Botânico possui mais de 4.500 espécies nativas e exóticas e a maior coleção de palmeiras do mundo, cerca de 1.500, também se encontra no local. Uma experiência única.

4. Museu do Ipiranga

O Museu Paulista da Universidade de São Paulo, ou Museu do Ipiranga, foi inaugurado no primeiro aniversário da República, em 15 de novembro de 1890, no local onde foi proclamada a Independência do Brasil. Seu estilo arquitetônico foi inspirado nos palácios renascentistas. Na época, a técnica da alvenaria em tijolos e cerâmica era inovadora na cidade, que ainda construía com taipa de pilão. É considerado um edifício-monumento, possui 123 metros de comprimento por 16 de largura.

Em exposição estão 125 mil objetos, que vão de móveis e roupas a documentos dos anos de 1600 ao século XX. Há também o equivalente a 640 metros de documentos textuais. Possui 1500 m² de jardins, construídos em 1922. Em 4 de agosto de 2013, o museu foi fechado para visitação por tempo indeterminado e deverá reabrir apenas em 2022, pois exige uma restauração e modernização muita ampla em suas instalações. Estamos torcendo para que sua reabertura aconteça em breve!

5. Pinacoteca do Estado de São Paulo

A Pinacoteca é o primeiro museu de arte da cidade de São Paulo, foi inaugurada em 1914. O prédio foi projetado por Francisco de Paula Ramos de Azevedo, em 1897, em uma área do Parque da Luz. O terreno foi comprado por 100 contos de réis. Antes de virar museu, em 1905, o local abrigou a sede do Liceu de Artes e Ofícios, o Ginásio do Estado e diversas repartições públicas. Em 1930, a Pinacoteca foi ocupada pelo exército e transformada em quartel-general durante 2 meses. Outra ocupação aconteceu em 1932, durante a Revolução Constitucionalista.

A Pinacoteca é especialmente interessante para quem gosta de arte brasileira. O acervo do museu reúne cerca de 9 mil obras, entre pinturas dos séculos XIX e XX, com destaque para os modernistas Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Di Cavalcanti e Anita Malfatti. Além disso, também recebe a Coleção Brasiliana, que traz estudos e obras feitas por artistas estrangeiros sobre o nosso país.

6. Museu de Futebol

Localizado nas arquibancadas do Estádio do Pacaembu, em São Paulo, é um museu cheio de interatividade para contar a história do esporte. Nele é possível ver jogadas históricas, ouvir narração de jogos que fizeram história e ainda se emocionar com homenagens aos clubes, jogadores e torcedores do país. Além disso, possui uma biblioteca com o maior acervo sobre futebol do mundo. O acervo é uma coleção cheia de divertimento e emoção para quem ama futebol.

7. Museu Imperial

Localizado em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, o Museu Imperial fica no antigo palácio do imperador Dom Pedro II e representa uma das arquiteturas mais bem preservadas da época imperial. Lá é possível se sentir como um Imperador e respirar o ar da nobreza brasileira, você vai poder conferir de perto objetos importantes de nossa história, como as coroas de Dom Pedro II e de seu pai, Dom Pedro I, o trono usado pelo imperador, muitas jóias e objetos pessoais e, além disso, pode fazer um passeio pelo jardim do palácio.

Existem muitos outros museus brasileiros de importância mundial, que representam e preservam a história e o patrimônio do nosso país. Resta à sociedade apoiar e criar laços com nossa história para que as futuras gerações continuem preservando o que foi construído até aqui. Deu vontade de fazer uma visita? Que tal começar fazendo um passeio virtual pelo Museu WEG de Ciência e Tecnologia? Aproveite também para conhecer o Guia dos Museus Brasileiros, organizado pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus).