Tag: tecnologia weg

Como a WEG executará testes práticos de conectividade à rede 5G

A rede 5G é uma das tecnologias mais comentadas nos últimos anos e vem chegando com força ao Brasil.

A rede 5G é uma das tecnologias mais comentadas nos últimos anos e vem chegando com força ao Brasil. Para que funcione, empresas e operadoras de internet precisam se adaptar para receber a nova rede.

Essas adaptações se devem ao fato de que trilhões de dispositivos estarão permanentemente conectados à rede, entre drones, carros autônomos, lâmpadas, cafeteiras e diversos outros objetos.

Não pense que isso está longe de acontecer. Muitos negócios já estão se preparando para sua chegada. Você ainda vai ler muito sobre a conectividade à rede 5G. Que tal começar agora? 

O que é o 5G?

Se pararmos para pensar na nomenclatura, a letra “G” é a geração, e o número 5 é a quinta geração dos padrões, sendo o 5G sucessor dos já conhecidos 3G e 4G. Simples, certo? Porém o salto em termos de tecnologia e benefícios é bastante diferente.

Até o momento, as empresas que estão na vanguarda do desenvolvimento das tecnologias embarcadas na quinta geração não dão muitos detalhes sobre os benefícios da rede, já que a questão estratégica e de liderança tecnológica podem lhe render muito dinheiro. Entretanto, alguns benefícios e características da rede já foram divulgadas:

  • Taxas de transferência de dados (velocidade da internet) muito mais altas, sendo de no mínimo 5.000 Mbps e podendo chegar a 20 Gbps (gigabits por segundo). Para comparação, atualmente o limite do 4G é de 100 Mbps.
  • Maior confiabilidade da operação da rede de telefonia, com meta de 99,999% de disponibilidade.
  • Latências bastante baixas visando 1 milésimo de segundo, sendo que latência é o tempo decorrido entre o envio de um pacote de dados e o seu recebimento.
  • É estimado que poderá ter 1.000 vezes mais usuários conectados por km², o que significa que cada antena ou célula poderá comportar mais usuários sem sobrecarregar a rede.
  • Eficiência espectral melhor do que 4G, ou seja, o espectro de frequências é bem mais largo, isso porque um aparelho celular opera de modo semelhante a um rádio e utiliza faixas de frequência de ondas.
  • Menor consumo de energia comparado aos dispositivos 4G, ou seja, maior durabilidade das baterias e menor consumo de energia destinada à conectividade.
  • Fatiamento (divisão) e virtualização de funções da rede, permitindo que a rede celular tenha sub-redes para atender dispositivos com outras finalidades.

Em um simples resumo, a rede 5G vai possibilitar fazer um download de um filme 1.000 vezes mais rápido do que você faz em um 4G e assistir a vídeos de streaming em alta qualidade e sem travamentos.

Também teremos a possibilidade de ter muitos dispositivos conectados, uma vez que o fatiamento da rede para atender a classes específicas de dispositivos, bem como o maior número de conexões por km², permitirá o acesso a mais dispositivos do que apenas aparelhos celulares. 

O desenvolvimento de veículos autônomos, que muitas montadoras já têm trabalhado, vai encontrar um grande apoio na rede 5G, visto que a tecnologia depende muito da conectividade, da velocidade e da confiabilidade de acesso à internet.

Veículos autônomos poderão até mesmo ‘conversar’ entre si e com sistemas de gerenciamento de tráfego

Ou seja, muito mais que uma simples evolução do 4G, a rede 5G deve permitir novos patamares de conectividade melhorada e ampliada. Com esse avanço, as demais tecnologias que dependem ou são influenciadas pelo acesso à internet também serão potencializadas.

WEG anuncia a criação de um projeto inovador para a execução de testes práticos de conectividade à rede 5G

O projeto chamado “Open Lab WEG/V2COM” conta com parceria da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Seu objetivo é viabilizar o avanço do desenvolvimento de soluções economicamente efetivas para a indústria utilizando a rede 5G.

Por meio de testes práticos em uma das fábricas mais automatizadas, robotizadas e com maior nível de automação e monitoramento de chão de fábrica da WEG localizada em Jaraguá do Sul/SC, será possível avaliar o desempenho e a convivência de dispositivos e antenas com a tecnologia 5G para reunir informações sobre faixas de frequência, latência, potência e outras características necessárias às aplicações.

O compromisso da WEG é gerar dados consistentes acerca da viabilidade econômica e do ponto de equilíbrio na transição para a tecnologia 5G, além de testar e validar o desempenho de produtos e softwares neste novo ambiente de conectividade. 

Ainda que o projeto seja realizado em um ambiente fabril, os benefícios gerados não se limitarão à indústria em específico, pois as aplicações são amplamente utilizadas em variadas áreas.

Os testes com a rede 5G fornecerão dados e informações à Anatel para apoiar o processo de definição dos requisitos e das condições de uso de faixas de frequência para a regulação e outorga das redes privadas para uso industrial.

Além disso, vão gerar dados para novos modelos de negócios, considerando diferentes ambientes de implementação. Outra vantagem é que as informações podem ajudar as empresas a minimizar riscos e custos de implantação de redes privadas de 5G em plantas industriais e fazendas, por exemplo.

A rede 5G é considerada hoje uma tecnologia habilitadora para a chamada Quarta Revolução Industrial – a qual já estamos vivendo – e uma grande promessa tecnológica para modificar estruturas de produção com ganhos para a produtividade e a competitividade.

Novas tecnologias para o agronegócio

A WEG vem trabalhando para o desenvolvimento de motores e outras soluções para atuar em aplicações agrícolas.

Com o crescimento da população mundial, a demanda da produção agrícola também aumentou, e o seu desenvolvimento só é possível com novas tecnologias e maneiras de alcançar resultados mais assertivos e sustentáveis. Esse cenário foi iniciado com a chegada da mecanização no campo, possibilitando a produção em grande escala, e essa alta produtividade necessita de processos que oferecem mais praticidade ao produtor rural.

De acordo com a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a produção agrícola mundial deve crescer 20% em dez anos, logo, a tecnologia tem um papel fundamental nessa revolução.

É por isso que a WEG vem trabalhando para o desenvolvimento de motores e outras soluções para atuar em aplicações agrícolas. A implementação de motores nos diversos segmentos primários, como na pecuária, vêm exigindo equipamentos com tecnologia cada vez mais avançada, que sejam projetados e construídos para atender as demandas de operações de serviço contínuo. Esse tipo de ação, que implica em partidas e paradas frequentes, requer motores de alta confiabilidade e que sustentem a carga adicional imposta pelo ambiente severo.

agro1

A WEG produz soluções que vão desde a captação de água para o cultivo, até sistemas completos para o acompanhamento de processos.

 

Tecnologias WEG para o agronegócio

Com produtos para atender os mais diversos segmentos, a WEG tem diversas soluções, como:

 

  • SISTEMAS DE BOMBEAMENTO DE CAPTAÇÃO E IRRIGAÇÃO, E BEBEDOUROS: solução solar para as bombas de captação e irrigação, em pivôs de irrigação, bebedouros de animais, etc.

 

  • SISTEMAS OFF GRID: solução solar para locais remotos sem energia elétrica disponível.  

 

  • SISTEMAS FLUTUANTES: solução de geração solar para colocar em lagos e reservatórios de água, espaço sem utilização, e com redução na evaporação de água.

 

  • SISTEMAS FINAMIZÁVEIS: a WEG possui os geradores fotovoltaicos com índice de nacionalização para financiamentos com recursos do BNDES, exclusivos para produtores rurais. 

 

  • ALTERNADORES SÍNCRONOS: disponíveis a partir de 7,5 kVA, os alternadores síncronos são aplicados em grupos geradores a diesel e gás. Operam nos regimes de emergência, horário de ponta ou operação contínua. São alternadores de alta performance, com rendimentos mais altos – menor consumo de combustível, menor emissão de perdas – menor geração de calor no ambiente, com caixa de ligação ampla, com facilidade de acesso para manutenção e reconexão de cabos e flexibilidade de fixação dos pés, adequando a base do cliente. 

 

  • W22 – EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA O AGRONEGÓCIO: com o olhar voltado para o desenvolvimento tecnológico para o agronegócio, a WEG lança a linha de motores W22, que garante alta eficiência, excelente relação custo-benefício, redução do consumo de energia elétrica, fácil manutenção e baixos níveis de ruído e vibração. Os motores elétricos W22 são para uso geral e têm como principais aplicações: pivô de irrigação, bombas, ventiladores, compressores, moinhos, britadores e talhas. A principal linha de motores industriais da WEG também apresenta maior rigidez e excelente dissipação de calor, o que aumenta a vida útil dos mancais e os intervalos entre lubrificações. 

 

  • MOTOR PARA AERADOR – AUMENTO DE PRODUTIVIDADE: amplamente utilizado no segmento de piscicultura e carcinicultura, o motor para aerador garante um rendimento de alta performance, que resulta em um maior intervalo entre as manutenções e lubrificações, além de apresentar redução nos ruídos e facilidade na instalação, maximizando a produtividade e também o tempo do produtor. Conta com exclusivo sistema de isolamento WISE® (WEG Insulation System Evolution), que eleva a rigidez dielétrica do bobinado, permitindo a operação com inversores de frequência até 690 Volts e motor com índice de rendimento IR3, que atende os níveis de rendimento exigidos pela Portaria interministerial nº 01, que entrou em vigor a partir de agosto de 2019.

 

  • WEG MOTOR SCAN – MONITORAMENTO PERIÓDICO DOS MOTORES ELÉTRICOS: ícone de performance e tecnologia, a WEG trouxe muito mais conectividade para a indústria 4.0 com o WEG Motor Scan, um sensor de fácil instalação para o monitoramento periódico dos motores elétricos. O dispositivo permite analisar a performance do motor, evitando paradas e perdas na produção, e assim, garante a integridade dos motores instalados na fábrica, a fim de aumentar a eficiência e produtividade do trabalho. O WEG Motor Scan capta os dados do motor, envia ao smartphone ou tablet via Bluetooth® ou Gateway e passa por Wi-Fi todas as informações em tempo real para a nuvem, que armazena os dados e os transmite para a WEG IoT Platform, onde podem ser acessados em maior profundidade. E o melhor: o WEG Motor Scan foi atualizado com novas funcionalidades. O sensor que não para de evoluir agora também monitora redutores, geradores, bombas, compressores, transformadores e tudo mais que você imaginar e a sua produção precisar. 

 

Exemplo de aplicação do Motor W22 no agronegócio

Para que você possa entender como essas soluções funcionam na prática, descrevemos a seguir um caso real da aplicação do Motor W22.

Um distribuidor de equipamentos para processamento de grãos, que utilizava um motor para acionar seus secadores, realizou a substituição para os motores WEG W22, próprios para regime de serviço pesado, e descobriu que esta linha era mais adequada às suas necessidades e trazia mais valor à sua aplicação. O retorno sobre o investimento foi tão expressivo que, após a mudança, ao longo dos últimos 18 meses, continuaram a modernizar seus equipamentos utilizando produtos WEG.

Isto aconteceu porque os motores WEG da linha W22 oferecem um fator de serviço de 1,25 cv com 100HP, que os produtos concorrentes não ofereciam. O motor é o mais propício para aplicações agrícolas, pois oferece compatibilidade com “harmônicas em sistemas elétricos”, que é uma anormalidade na qualidade da energia que está sendo entregue a um sistema. Essas anormalidades podem incluir baixo fator de potência, variações de tensão, variações de frequência e surtos. Os motores WEG são projetados para acomodar esses tipos de problemas, que podem ocorrer em aplicações agrícolas.

Além disso, os motores W22 suportam o desequilíbrio de tensão, que ocorre porque as fazendas contam com energia fornecida pelas concessionárias em muitas fases diferentes. Essa corrente variável representa um desafio para os agricultores e seus equipamentos, pois eles precisam de motores que possam operar com eficiência sem perder potência. À medida que as fazendas se expandem para espaços maiores — alguns de até 5.000 acres — surge a necessidade de mudança para motores próprios para regime de serviço pesado, pois é necessária mais tensão, e um motor trifásico ajuda a reduzir os custos. Assim, a construção dos motores WEG, em comparação com motores de uso geral, é a melhor opção para o tipo de aplicação exigido pelas fazendas.

Seja para o pequeno, médio ou grande produtor, não param de surgir novas tecnologias para a praticidade do homem do campo. O uso de equipamentos agrícolas como os produtos WEG garante aos proprietários de fazendas a confiabilidade que eles precisam para operar sem ter o risco de uma parada não planejada.