Tag: indústria 4.0

Tendências tecnológicas para 2021

As principais tendências tecnológicas para 2021.

Sem dúvida, um dos principais papéis da tecnologia é facilitar nossa vida – um trabalho que ela vem desempenhando muito bem. Passam os anos, e as transformações acontecem de maneira acelerada no setor da tecnologia. Sendo assim, as empresas do setor precisam estar um passo à frente tanto para poderem antecipar as tendências tecnológicas quanto para preverem os possíveis cenários e assim se inserirem neles. 

O ano mal começou, e já temos diversas notícias sobre as principais tendências tecnológicas para 2021. Apesar de não serem novidades, elas estão cada vez mais presentes dentro das empresas e no nosso dia a dia. Para falar sobre elas, é preciso analisar o ano que passou e as mudanças de comportamento que vieram com ele.

Que mudanças ocorreram em 2020?

Para compreender as tendências, é preciso analisar o panorama de transformação atual.

O ano de 2020 foi marcado pela pandemia do COVID-19, afetando economias inteiras, acelerando processos e influenciando de modo significativo o comportamento do consumidor.

O lockdown foi adotado em muitos países, o home office se tornou uma realidade, a nuvem ganhou mais importância, e o serviço de delivery se popularizou ainda mais. A área médica foi profundamente afetada deparando-se com novos desafios e novas formas de lidar com o paciente. O mercado financeiro e a segurança dos dados do usuário também tiveram avanços significativos.

Ou seja, apesar dos efeitos negativos do ponto de vista econômico, o ano também foi marcado por muitos avanços e adaptações. Em meio à crise sanitária, a demanda por novos tipos de serviços fomentou o desenvolvimento de novas tecnologias. Esse foi um momento propício para vencer as barreiras culturais e de curva de aprendizagem com o uso de algumas tecnologias já adotadas pela população. As profissões do futuro ficaram ainda mais evidentes – e a tecnologia se encontra na linha de frente deste novo cenário.

Quais são as tendências tecnológicas para 2021?

Como vimos, algumas tecnologias tiveram destaque especial no ano de 2020 e viraram tendências para 2021. Elas estão em constante desenvolvimento e prometem facilitar ainda mais nossas vidas. Veja algumas:

1 – Rede de dados 5G

O 5G foi uma das tecnologias mais comentadas em 2020 e é possível que chegue com força ao Brasil em 2021. Para que seja adotado por aqui, será preciso realizar algumas adaptações das estruturas tanto por parte das empresas quanto das operadoras de internet.

A nova rede de dados será importante para dar conta de um futuro em que trilhões de dispositivos estarão permanentemente conectados à rede, entre drones, carros autônomos, lâmpadas, cafeteiras e diversos outros objetos.

Muitos negócios já estão se preparando para sua chegada. A tecnologia 5G está impulsionando a adoção de outras tecnologias, desde a computação de ponta até a realidade virtual. Você ainda vai ler muito sobre ela!

2 – Inteligência Artificial

Com empresas cada vez mais focadas na experiência do consumidor, sabemos que a inteligência artificial já é uma realidade. O propósito deste campo da ciência é estudar, desenvolver e empregar máquinas para realizarem atividades humanas de maneira autônoma. Há alguns anos, vem sendo usada para facilitar a execução de diversos processos.

A tendência é que para 2021 o seu uso aumente ainda mais em diversas áreas da tecnologia da informação. Pequenas, médias e grandes empresas usarão a Inteligência Artificial principalmente para segurança e coleta de dados. Isso ajudará na tomada de decisões com embasamento e análise de dados, aumentando a produtividade e economizando tempo.

3 – Realidade aumentada

Com grande potencial para educação, reabilitação, entretenimento e marketing, a realidade aumentada, assim como a inteligência artificial, já existe e faz parte do cotidiano de muita gente. Um exemplo dessa tecnologia é o QR code, que pode ser escaneado pela câmera do celular e direcionar o usuário para um site, uma imagem, entre outros.

Para 2021, a tendência é que o uso da realidade aumentada venha com mais força. Muitas empresas já a adotaram para fins comerciais, como o MC Donald’s da Suécia, por exemplo, que substituiu os balões, que geralmente enchem suas lojas, por um minigame com realidade aumentada. Tudo nos diz que ela se tornará uma grande aliada do marketing para os negócios.

4 –  Automação

A automação é uma parte essencial da Indústria 4.0 e está cada vez mais em alta. Tecnologias como a Inteligência Artificial, Big Data, Robótica e Computação em Nuvem têm tirado proveito da automação, que vem revolucionando os processos produtivos e a forma como vivemos e trabalhamos a partir de redes inteligentes – que podem controlar a si mesmas.

Muitas empresas e estudiosos enxergam que a automação está a um passo de um crescimento explosivo, muito acelerado com a crise sanitária do coronavírus. O uso de robôs no processo de automação industrial deixou de ser uma ameaça para os empregos e vem sendo visto como um importante aliado, substituindo a mão de obra humana nas funções de maior risco à saúde e à segurança. 

5 – Blockchain e Cibersegurança

Com o avanço da tecnologia, também avançam os perigos globais, como as fraudes, os ataques cibernéticos e o roubo de informação. A cibersegurança surge como medida capaz de garantir que os processos sejam desenvolvidos corretamente sem interferências externas. Com isso, a identidade de uma pessoa pode ser determinada com agilidade, o que garante um perímetro de segurança e redução dos riscos. 

Impedir fraude na Internet tem sido um grande desafio, principalmente para as empresas do setor financeiro. Esta é uma tecnologia que promete bastantes novidades para 2021, e já temos uma amostra dela com o emprego do PIX no Brasil.

Cada vez mais digital

A transformação tecnológica está acontecendo de maneira cada vez mais acelerada. As previsões para o ano de 2021 estão alinhadas com as mudanças de 2020 e já se encontram em curso no mundo todo. Agora é hora de as empresas ajustarem seus processos, sua cultura organizacional e seus sistemas rapidamente para atenderem as necessidades e exigências dos novos hábitos do consumidor – que está cada vez mais digital.

O avanço da tecnologia, por vezes, parece assustador, mas é benéfico na medida em que permite a geração de resultados melhores e com custos cada vez mais baixos. Agora que você já sabe as tendências tecnológicas para 2021, que tal assistir uma série ou documentário sobre ciência e tecnologia? 

aniversario_museu_weg

Museu WEG promove visita à WEG Automação para falar sobre Profissões do Futuro e Indústria 4.0

O Museu WEG de Ciência e Tecnologia completa 16 anos e vai comemorar compartilhando história e conhecimento.

Neste mês o Museu WEG de Ciência e Tecnologia completa 16 anos e, não há melhor jeito de comemorar senão compartilhando história e conhecimento. Pensando nisso, o Museu preparou uma atividade gratuita para a comunidade, desta vez, a ação é direcionada para estudantes de cursos técnicos e superiores da microrregião.

Há 16 anos o Museu WEG tem o papel primordial de preservar a história da WEG, de seus fundadores e dos processos que a norteiam através da conservação de seus acervos, bem como, oferecer espaço educativo para a sociedade dentro de sua temática. Neste ano não será diferente.

Atualmente, vivemos em constante mudança — a era da Quarta Revolução Industrial. E, assim como as demais revoluções na história da humanidade, que transformaram drasticamente a forma de viver a partir de um novo modelo produtivo, a chamada Indústria 4.0 ou Indústria Inteligente promete mudar a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Desta mesma maneira, as profissões, os processos e produtos da WEG também estão mudando.

Pensando nessas mudanças e para tratar desse assunto tão relevante para o mercado de trabalho e a indústria, oferecemos para estudantes de escolas técnicas e superiores uma visita à WEG Automação, onde atuam diversos robôs. Aproveite para fazer sua inscrição!

 

aniversario_museu_weg_02

Robôs atuam na WEG Automação

No dia 16 de setembro os grupos irão participar de um bate papo com a área de recrutamento da WEG, onde será explanado o tema “Profissões do Futuro”. Após a conversa, acontece a visita à WEG Automação no parque Fabril II, onde os participantes vão conhecer a influência dos robôs e da automação na indústria 4.0. A participação e o transporte com saída e volta ao Museu são gratuitos.

 

Data: 16 de setembro
Horários: 8h às 11h30 e 13h às 16h30
Público: estudantes de escolas técnicas e superiores
Inscrições: https://museuweg.net/contato/agendamento
Dúvidas: 3276-4550

 

 

automação-1

Por que é importante compreender a automação

Bastante difundida atualmente, automação é uma palavra que lembra automático e realmente as duas têm relação. Também é comum ouvir…

Bastante difundida atualmente, automação é uma palavra que lembra automático e realmente as duas têm relação. Também é comum ouvir falar em automatização, mas elas não se referem exatamente a mesma coisa, portanto, não são sinônimos. E por que é importante entender a automação?

A automação é uma parte essencial da Indústria 4.0. Um conceito emergente nos últimos anos e que promete revolucionar os processos produtivos, a forma como vivemos e trabalhamos a partir de redes inteligentes que poderão controlar a si mesmas. Não é à toa que a Indústria 4.0 já é considerada a Quarta Revolução Industrial.

automação

Então o que é automação?
A palavra vem do grego autómatos, que significa mover-se por si ou que se move sozinho. Portanto, sua origem já revela sua própria definição, como sistema que emprega processos automáticos para comandar e controlar seu próprio funcionamento.

A automação foi determinante para a indústria a partir da segunda metade do século XX, quando surgiu. Com a informática e a evolução da eletrônica, a automação representou a modernização dos processos industriais, que passaram inclusive a empregar a robótica, substituindo o trabalho humano na produção de bens e mercadorias.

automação

A evolução no desempenho dos processos também refletiu o desenvolvimento da microeletrônica, aliado à informática.

Os equipamentos perderam tamanho, ganharam velocidade e eficiência, passando a executar tarefas antes feitas manualmente a partir de novos sistemas eletrônicos. Alguns merecem destaque:

– servomotores para sequências de manobras repetitivas de precisão;
– capacitores com controles eletrônicos para correção de fator de potência dos motores;
– inversores de frequência para variar a velocidade;
– sistemas de acionamento eletrônico que permitem partir, parar e proteger os motores;
– inversores regenerativos que recuperam parte da energia despendida na frenagem de elevadores e veículos híbridos.

automação-1

A automação, portanto, intensificou ainda mais o conceito de linha de produção idealizado por Henry Ford, com a aplicação de técnicas computadorizadas e mecânicas para controlar e otimizar a produção. E agora, promete consolidar o avanço tecnológico com a Indústria 4.0.

INDUSTRIA-4.0

Indústria 4.0: as fábricas inteligentes que vão dominar o mundo

Você sabia que estamos vivendo a era da Quarta Revolução Industrial? Assim como as demais revoluções na história da humanidade,…

Você sabia que estamos vivendo a era da Quarta Revolução Industrial? Assim como as demais revoluções na história da humanidade, que transformaram drasticamente a forma de viver a partir de um novo modelo produtivo, a chamada Indústria 4.0 ou Indústria Inteligente promete mudar fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos.

E essa revolução já está em curso, em países como Alemanha e nos Estados Unidos, onde o conceito foi definido pela primeira vez. Ela é marcada, sobretudo, pela convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas. Em outras palavras, os processos industriais integram o mundo virtual e o mundo real, em que máquinas, produtos e componentes compartilham e processam informações de forma inteligente via internet, big data e computação cognitiva.

Segundo o professor de Inovação e Competitividade e coordenador do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da Fundação Dom Cabral, Carlos Arruda, a inteligência descentralizada permite criar um networking de ‘coisas e máquinas inteligentes’, fazendo o gerenciamento de processos de forma independente.

INDUSTRIA-4.0

A automatização acontece através de sistemas ciberfísicos, possíveis graças à internet das coisas e à computação na nuvem. Isso permitirá, por exemplo, que máquinas como robôs ‘conversem’ entre si sem estarem em um mesmo espaço físico e tomem decisões descentralizadas, de forma autônoma. São redes inteligentes que poderão controlar a si mesmas.

O resultado?
A quarta revolução tem o potencial de elevar os níveis globais de rendimento e melhorar a qualidade de vida de populações inteiras, preveem especialistas. Com uma cadeia produtiva totalmente conectada, os processos podem ser adaptados as necessidades de produção, os recursos passam a ser usados com maior eficiência e os produtos são customizados de acordo com a necessidade do cliente.

“De fato, há um novo horizonte para empresas inovadoras, sejam elas maduras ou nascentes”, prevê o professor Arruda.

Vocabulário inteligente
Aprenda o significado de algumas das expressões relacionadas à Indústria 4.0.

Sistema Ciber-Físico (CPS): refere-se a uma nova geração de sistemas com integração de realidades virtuais e reais.
Internet das Coisas (IoT): base de comunicação entre mundo real e virtual. São objetos conectados à internet com tecnologia embarcada, sensores e conexão com rede capaz de coletar e transmitir dados.
Big Data: análise de volumes massivos de dados, estruturados e não estruturados.
Nanotecnologia: estudo de manipulação da matéria numa escala atômica e molecular, com objetivo de construir novas estruturas e materiais a partir dos átomos.
Biologia sintética: na engenharia genética, concentra-se em extrair peças intercambiáveis entre os sistemas vivos para criar unidades e dispositivos que podem ou não ser análogas com sistemas biológicos existentes.

As revoluções industriais anteriores

  • 1ª Revolução Industrial – Fim do séc. XVIII
    Produção deixou de ser artesanal e se agrupou em fábricas a partir, entre outras coisas, do uso da água e do vapor.

INDUSTRIA-4.0

  • 2ª Revolução Industrial – Fim do séc. XIX
    A energia elétrica, a divisão do trabalho e a produção em massa marcaram essa fase, que impulsou o crescimento da economia capitalista moderna.

INDUSTRIA-4.0

  • 3ª Revolução Industrial – 1968
    A criação dos primeiros Controladores Lógicos Programáveis trouxe a automatização para a indústria e o controle por sistemas centrais de informação.

INDUSTRIA-4.0-4

Fonte: WEG em Revista