acervo-historico-museu-weg

Curiosidade: você conhece o nosso acervo?



Você sabia que o nosso museu possui um acervo com mais de 50 mil itens? E que ele precisa de…

Você sabia que o nosso museu possui um acervo com mais de 50 mil itens? E que ele precisa de um cuidado super especial? Assim como a maioria dos museus, aqui também há um importante arquivo com vários documentos que são importantes para contar a história da empresa WEG e do desenvolvimento econômico de Jaraguá do Sul. São eles que confirmam a veracidade de tudo, por isso precisam ser conservados.

Todo o acervo é composto por materiais históricos da WEG e de seus fundadores.

São fotografias, documentos, catálogos, jornais e revistas, troféus e medalhas, objetos pessoais dos fundadores da empresa, motores, maquinários, entre outros. Muitos desses itens ainda estão em processo de catalogação no sistema e sob os cuidados da equipe do museu.

Como surgiu

A maior parte destes documentos foram adquiridos entre 2002 e 2003, através de uma campanha interna na empresa, enquanto a construção do prédio do museu estava em andamento.

Cuidado especial

Para manter o acervo em bom estado e durável, é necessário um cuidado técnico. Afinal, ele é um objeto histórico e legitima muitos fatos. A perda de qualquer item seria irreparável.

O processo inicia quando um item precisa ser catalogado no sistema. Ele é medido, pesado, fotografado e recebe um número de registro, conhecido como tombamento. Depois, é higienizado e dependendo do material, precisa ser embalado.

Os papéis são embalados com papel neutro ou com reserva alcalina, para não acidificar o material. Sabe quando uma folha fica amarelada? É para evitar que isso aconteça.

Já os objetos são envoltos no tecido TNT branco, para não receberem impurezas externas, como pó, por exemplo. Depois, são armazenados em reservas técnicas, onde possuem controle de temperatura e umidade, assegurando que desacelere por maior tempo possível seu processo de envelhecimento.

É por isso que nestes ambientes, as luzes permanecem desligadas, porque a incidência de luz apaga a tintura do acervo, também conhecida como camada pictórica.

Proteção

Para realizar a higienização do acervo, o conservador –ou a pessoa que realiza o procedimento- precisa usar equipamentos de proteção individual, como touca, máscara, luvas, óculos e guarda-pó.

Isso é extremamente necessário, porque ao mexer em arquivos que estão guardados por muito tempo, os fungos depositados nos objetos podem causar irritações, alergias e em casos mais graves, a pessoa pode adquirir doenças. E mesmo depois de higienizado, o uso de luvas deve ser obrigatório.

Consultas

Como existem documentos muito importantes, eles possuem acesso restrito. Existem três reservas técnicas, o acervo documental, tridimensional de grande porte e o de pequeno porte.

Eles são acondicionados em prateleiras, separados por tipo. No entanto, se você tem interesse em realizar uma pesquisa, é possível fazer solicitação para a equipe, que irá analisar o objetivo da visita e autorizar ou não o acesso.

Além disso, é possível fazer doação ao museu. Basta preencher uma ficha com dados e fotos do objeto. Uma comissão irá analisar a peça e se ela tiver importância histórica para a WEG, é adquirida.