Categoria: Museu WEG

aniversario-museu

Programação especial de 15 anos do Museu WEG tem palestra e curso gratuitos

Conhecimento e diversão sempre foram dois pilares importantes no trabalho do Museu WEG. E no nosso aniversário não é diferente!…

Conhecimento e diversão sempre foram dois pilares importantes no trabalho do Museu WEG. E no nosso aniversário não é diferente! Como já é de praxe, em setembro o Museu WEG prepara e oferece diversas atividades gratuitas para a comunidade, ou seja, para você que nos lê nesse momento.

E não há jeito melhor de comemorarmos juntos esses 15 anos de história, interatividade e aprendizado senão com uma palestra e um curso bem especiais. Eles só acontecem no mês que vem, em Setembro, mas como as vagas são limitadas, vamos abrir as inscrições com antecedência, para você se programar!

Oficina de Conservação de Fotografias Históricas e Álbuns Fotográficos

Nos dias 10 a 12 de setembro, vai rolar um curso bem completo de conservação fotográfica com o historiador João Mendes Neto com apoio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

A proposta da oficina de conservação fotográfica é compartilhar informações teóricas e práticas essenciais para você lidar com acervos fotográficos históricos. O objetivo é que você conclua a oficina com subsídios para analisar o estado de conservação do acervo e do ambiente de guarda, e criar propostas de preservação, intervenção e restauração de acervos e álbuns fotográficos.

Com ensino teórico e prático, a oficina passa pela história da fotografia e fala sobre materiais, procedimentos e reconstituição. João Mendes Neto sempre exemplifica suas teorias com materiais e equipamentos de época, usando do acervo histórico da instituição e equipamentos próprios.

Não há pré-requisitos de conhecimento, mas há preferência por profissionais que trabalham na área de conservação em museus, centros-culturais, instituições públicas municipais que tenham acervos fotográficos históricos. Será selecionado um profissional por entidade. Para melhor aproveitamento do curso, disponibilizamos apenas 20 vagas, então inscrevam-se até dia 24/08 e aguarde a confirmação da sua inscrição por e-mail e/ou telefone.

Leia mais info sobre a oficina e inscreva-se aqui.

Palestra sobre o Impacto da Indústria 4.0 na manufatura tradicional e o futuro do Trabalho

Você sabia que estamos vivendo a era da Quarta Revolução Industrial? Assim como as demais revoluções na história da humanidade, que transformaram drasticamente a forma de viver a partir de um novo modelo produtivo, a chamada Indústria 4.0 ou Indústria Inteligente promete mudar fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos.

E para tratar desse assunto tão relevante para o mercado de trabalho e a indústria, convidamos o Diretor da área de Pesquisa e Inovação Tecnológica da WEG, Milton Oscar Castella, para ministrar uma palestra sobre o assunto.

Na oportunidade, o palestrante vai falar sobre o impacto da Indústria 4.0 no mercado de trabalho e nas empresas. E responder questões como: Quais serão as profissões do futuro? Que especialidades teremos que ter para continuarmos competitivos? Quais profissões deixarão de existir?

Confira tudo isso e muito mais nesta palestra gratuita e aberta ao público.
Mas as vagas são limitadas, inscreva-se aqui!

Palestra: Impacto da Indústria 4.0 na manufatura tradicional e o futuro do Trabalho

Data: 13/09/2018
Horários: 10h e às 19h
Local: Museu WEG de Ciência e Tecnologia
Inscrições: Através do formulário online
Entrada gratuita
Confirmação da participação: Será enviado um e-mail confirmando a inscrição.
Informações: (47) 3276 4550

atividades-para-ferias

5 atividades educativas para desenvolver com as crianças nas férias

Férias escolares não precisam ser sinônimo de pesadelo! Esse período pode ser uma oportunidade de você desenvolver habilidades e a…

Férias escolares não precisam ser sinônimo de pesadelo! Esse período pode ser uma oportunidade de você desenvolver habilidades e a criatividade do seu filho, além de contribuir no fortalecimento do vínculo familiares.

As crianças podem evoluir brincando, jogando, criando, então é uma boa ideia dar esse espaço a ela. Todas as crianças que fazem essas atividades vão experimentar enormes melhorias em suas habilidades motoras e sociais, na criatividade e também na saúde.

Isso porque, os jogos contribuem tanto para a inserção de novos conteúdos de aprendizagem socioemocional, como para memorizar o que já foi aprendido.
No programa “Férias no Museu”, que acontece aqui no Museu WEG de Ciência e Tecnologia, há várias atividades educativas que contribuem para esse crescimento que você pode elaborar em casa para ensinar as crianças a serem criativas, sociáveis e saudáveis.

Quer ver só? Separamos 5 ideias de atividades educativas simples para você desenvolver com o seu filho:

1) Jogo da Memória

atividades-para-ferias-4

Existem inúmeros jogos de memória nas lojas. Mas e se você criasse o jogo da memória com o seu filho(a)? Desenhem, escrevam, pintem, recortem… Que tal usar tampas de garrafas para colocar os desenhos? Só o ato de criar o brinquedo já é uma ótima atividade e ainda é um ato sustentável se você utilizar papelão de caixas, tampas de garrafas ou outros materiais recicláveis.

Depois, é só se divertir e claro, memorizar as peças e os lugares! Nada de deixar ele ganhar, ok? Esses jogos são uma chance de ensinar o seu filho a ganhar e a perder também!

2) Óculos de realidade virtual caseiro

Se o seu filho é ligado em tecnologia, essa é uma boa forma de atrair sua atenção e entretê-lo. Já pensou criar um óculos de realidade aumentada com materiais reciclados e um par de lentes? O Iberê Thenório do canal Manual do Mundo ensina como fazer esse brinquedo em um tutorial em vídeo. Clique e assista!

3) Motor caseiro com ímã

Incentive esse pequeno cientista, curioso e descobridor do mundo que está dentro da sua casa ao sugerir a criação de objetos. Além da coordenação, lógica e imaginação, você também trabalha a concentração nessa atividade.

Você vai precisar apenas de 1 pilha tamanho “D”, 1 ímã, 2 alfinetes, 1 elástico de escritório/dinheiro, 1 bexiga comum e 1 fio de cobre envernizado. Veja como montar o motor elétrico com esses materiais nesse tutorial do YouTube.

4) Boliche

atividades-para-ferias-4

Saber esperar a sua vez, mira, coordenação, tudo isso você aprende e pratica com o jogo do boliche. Mas sabe qual é a melhor parte? Criar o seu jogo de boliche com garrafas pet! Deixe seu filho personalizar as garrafas do seu jeito e pronto! Agora é só escolher a bola adequada e fazer a fila pra começar a jogar.

5) Trem numérico

atividades-para-ferias-4

Já pensou o que você pode fazer com algumas caixinhas de sabonete, pasta de dente ou fósforo e rolha, barbante e tampinhas de garrafa? Um trenzinho! Mas não um simples trem, é um trenzinho numérico, para o seu filho aprender a contar com os vagões.

Cada caixinha pode ser um vagão, cada pedaço de rola uma roda, o barbante é o que vai ligar os vagões e as tampinhas estarão dentro dos vagões com o seu número respectivo. Tente, crie, invente! São diversas as opções de brincadeiras e brinquedos que podem ser produzidos com materiais que iriam para o lixo.

Isso sem contar que tais brincadeiras sugeridas aqui, também trazem benefícios para os papais e mamães de plantão. Além do vínculo que será criado com a criança, você potencializa suas habilidades no quesito atenção, paciência e criatividade.

Gostou das ideias ou tem outra sugestão? Compartilhe com a gente nos comentários!!

ferias-no-museu

Férias no Museu: programação especial para crianças de 4 a 12 anos

Todo mundo já sabe que o Museu WEG de Ciência e Tecnologia é um espaço único aqui em Jaraguá do…

Todo mundo já sabe que o Museu WEG de Ciência e Tecnologia é um espaço único aqui em Jaraguá do Sul, afinal é um ambiente com aprendizado, interação, diversão e muito conhecimento e história.

E é pensando em criar experiências valiosas para esses pequenos grandes cidadãos, que o Museu WEG de Ciência e Tecnologia tem o prazer de anunciar a 5ª edição do programa Férias no Museu.

ferias-no-museu-2

Grupo de crianças aprendendo e se divertindo no programa “Férias no Museu”

As crianças vão poder aprender enquanto se divertem! Com as atividades educativas, além de passeio e visita às exposições, elas podem aproveitar e usufruir de equipamentos interativos que tratam de diversas áreas do conhecimento de ciência.

Neste ano, vão rolar várias atividades lúdicas. A ideia é brincar no museu e fazer o aprendizado algo leve e divertido. Está curioso para saber tudo o que estamos preparando? Olha só: vai ter pescaria magnética, música e poesia com o artista e colaborador da WEG Romeu Viana, histórias, jogo da memória, bingo magnético, cantigas de roda e muito mais!

O programa Férias no Museu é oferecido à toda a comunidade de forma gratuita. Basta você fazer a inscrição do seu filho e trazê-lo para participar das atividades em grupo. Para melhor aproveitamento, separamos as crianças por idade. Confira abaixo as datas de acordo com a faixa etária e programe-se!

Crianças de 4 a 7 anos:
18/07: quarta-feira das 10h às 12h
19/07: quinta-feira das 15h às 17h

Crianças de 8 a 12 anos:
17/07: terça-feira das 15h às 17h
20/07: sexta-feira das 10h às 12h

Inscrições
E-mail: museu@weg.net
Telefone: (47) 3276-4550
Local: Museu WEG de Ciência e Tecnologia – Av. Getúlio Vargas, 667, Centro

museus-do-brasil

200 anos da presença dos Museus no Brasil

Neste mês de junho, o Brasil comemora 200 anos da criação do primeiro museu brasileiro: o Museu Nacional e da…

Neste mês de junho, o Brasil comemora 200 anos da criação do primeiro museu brasileiro: o Museu Nacional e da presença contínua dos museus na vida social brasileira.

Foi em 1818 que o Rei Dom João VI decretou a criação do primeiro museu brasileiro: o Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Na época, chamado de Museu Real, o casarão foi a residência oficial da família real portuguesa e posteriormente abrigou a primeira Assembleia Constituinte da República.

Desde sua criação, os museus se multiplicaram por todo território nacional. Hoje são mais de 3.800 instituições voltadas para a construção e ampliação de diálogos com suas comunidades.

Ao longo de dois séculos, os museus brasileiros assumiram diferentes modelos, ampliaram suas áreas de atuação e acima de tudo marcaram a cultura brasileira. São memórias, acervos, documentos e imagens que registram histórias de diferentes campos do conhecimento.

 

O Museu Nacional
Pensado para propagar o conhecimento e o estudo das ciências naturais em terras brasileiras, a primeira instituição museológica e de pesquisa do Brasil segue seu pioneirismo com estudos de ponta e acervo enriquecido constantemente.

Hoje reconhecido como centro de excelência de pesquisa em história natural e antropológica na América Latina, o Museu Nacional tem um acervo de mais de 20 milhões de itens, constituído principalmente por materiais relacionados às áreas de Antropologia, Botânica, Entomologia, Geologia e Paleontologia.

Entre as preciosidades do Museu, estão 1560 peças raras, mais de 26 mil fósseis nas coleções paleontológicas e o maior meteorito brasileiro, com 5,36 toneladas, o chamado Bendengó. O espaço abriga ainda os ossos e a reconstituição facial de Luzia, fóssil humano mais antigo do Brasil, com mais de 12 mil anos.

200 anos dos Museus no Brasil
Para comemorar esse marco, o Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) vai realizar um seminário temático no Rio de Janeiro e vai lançar uma edição especial da MUSAS – Revista Brasileira de Museus e Museologia.

Aproveite esse mês de aniversário dos museus para conhecer o Museu WEG e outros museus de Santa Catarina. Listamos 10 Museus diferentes em Santa Catarina que você precisa conhecer. Confira!

Fonte: Ibram e Museu Nacional

conversando-sobre-museu

Conversando sobre Museu: projeto estadual tem encontro marcado no Museu WEG

Conversando sobre Museu: saiba mais e inscreva-se aqui!

Cada vez mais os museus revelam o desejo de procurar novos públicos e realizar a diferença na vida das pessoas. Através de interação entre profissionais, estudantes e a comunidade é possível perceber problemas e criar soluções.

É por isso que o Sistema de Museus de Santa Catarina (SEM/SC) tem ações que geram debates a respeito do cenário museológico no Estado.
A iniciativa “Conversando sobre Museu” é uma dessas ações.

Em formato de mesa redonda, os encontros são realizados em diferentes regiões de Santa Catarina, de forma gratuita. E nesta edição, o Museu WEG será palco do evento da região Norte.
Agende-se!

No dia 18 de junho, às 13h30, você está convidado a discutir sobre “Plano Museológico: desafio permanente” com convidados profissionais com conhecimento na área para falar sobre o assunto e conversar com o público presente no encontro.

O Museu WEG convida a comunidade e estudantes de história, artes, museologia e antropologia para participarem dessa discussão, que traz justamente a reflexão sobre temas de interesse do campo museológico catarinense, assim como perspectivas e concepções de trabalho para o setor.

onversando_sobre_museu-18.06.18

Sobre o SEM/SC

O Sistema Estadual de Museus (SEM/SC), vinculado à Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural da Fundação Catarinense de Cultura (DPPC/FCC), reúne e articula as instituições museológicas no Estado de Santa Catarina.

É uma rede organizada, baseada na adesão voluntária, que visa à coordenação, articulação, mediação, qualificação, fortalecimento e à cooperação entre os museus.

Conversando sobre Museu
Dia: 18/06
Horário: 13h30 às 16h30
Tema: Plano Museológico: desafio permanente
Local: Museu WEG de Ciência e Tecnologia – Av. Getúlio Vargas, 667
Vagas limitadas, inscreva-se: https://bit.ly/2IStuuT

ocean2

Acabe com a poluição plástica

05 de junho – Dia Mundial do Meio Ambiente

A poluição plástica é um dos maiores desafios ambientais do nosso tempo, com estatísticas mostrando que haverá mais plástico nos oceanos do que peixes até 2050. Para mudar o futuro, cada um de nós precisa fazer a nossa parte.

Quer se trate de uma garrafa de refrigerante, uma sacola do supermercado ou uma colher em uma padaria, o plástico descartável está incorporado em nossas vidas diárias. O baixo custo, conveniência e leveza desses produtos revolucionaram a embalagem de mercadorias. No entanto, agora está claro que essa conveniência teve um impacto catastrófico no meio ambiente.

Este ano, com a Índia como anfitriã, o Dia Mundial do Meio Ambiente está chamando as pessoas em todo o mundo para ajudar a Acabar com a Poluição Plástica.

Todos os anos, 8 milhões de toneladas de plástico entram nos nossos oceanos, ameaçando a vida marinha e humana e destruindo os nossos ecossistemas naturais. Para Acabar com a Poluição Plástica, precisamos que todos se prontifiquem a pensar profundamente sobre como podemos não apenas reduzir, reutilizar e reciclar, mas também inspirar novos comportamentos.

O objetivo é usar o Dia Mundial do Meio Ambiente para reduzir a quantidade de plástico despejado em nossos oceanos, que atualmente é um caminhão carregado a cada minuto.

 

Sobre o Dia Mundial do Meio Ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente acontece todos os anos no dia 5 de junho. É o principal dia das Nações Unidas para promover a conscientização e ação em todo o mundo em relação ao meio ambiente. Ao longo dos anos, tornou-se uma das maiores plataformas globais de divulgação pública, celebrada por milhões de pessoas em mais de 100 países.

É o “Dia das Pessoas” fazerem algo positivo para o meio ambiente. Seu objetivo é aproveitar ações individuais e transformá-las em um poder coletivo que tenha um legado de impacto real e duradouro no planeta.

A WEG contribui para o meio ambiente com processos – ISO 14.001, ISO 50.001, coleta seletiva, tratamento de efluentes, etc., e com produtos – motores de alto rendimento, inversores de frequência, células foto voltaicas, geradores eólicos e tintas à base d’água.

Fonte: ONU – Meio Ambiente

museus-sc

10 Museus diferentes em Santa Catarina que você precisa conhecer

A poucos quilômetros do Museu WEG de Ciência e Tecnologia, acervos dedicados a diferentes áreas do conhecimento estão acessíveis ao…

A poucos quilômetros do Museu WEG de Ciência e Tecnologia, acervos dedicados a diferentes áreas do conhecimento estão acessíveis ao público geral. São museus criados e mantidos por instituições públicas e privadas, com o objetivo comum de preservar, pesquisar e expor objetos de caráter cultural ou científico.

Este é o propósito que justifica a existência destes espaços. A Lei 11.904, de 2009, ao instituir o Estatuto de Museus no Brasil, criou uma definição específica no âmbito nacional:

“Consideram-se museus, para os efeitos desta Lei, as instituições sem fins lucrativos que conservam, investigam, comunicam, interpretam e expõem, para fins de preservação, estudo, pesquisa, educação, contemplação e turismo, conjuntos e coleções de valor histórico, artístico, científico, técnico ou de qualquer outra natureza cultural, abertas ao público, a serviço da sociedade e de seu desenvolvimento.”

Outro dia nós mostramos aqui museus que são referência no fomento à ciência e tecnologia no país. Hoje vamos concentrar nossa atenção em Santa Catarina e na região de Jaraguá do Sul, onde fica o Museu WEG, mas com uma proposta diferente. Mapeamos alguns museus dentro desta delimitação geográfica, porém a partir das tipologias, ou seja, do tipo de acervo que salvaguarda e sua narrativa.

Antropologia e Etnografia: coleções relacionadas às etnias, voltadas para o estudo antropológico e social das diferentes culturas. Acervos folclóricos, artes e tradições populares, indígenas, afro-brasileiras, do homem americano e do homem do sertão, por exemplo, compõem essa tipologia.

Museu Nacional do Mar – São Francisco do Sul/SC

Arqueologia: coleções de bens culturais portadores de valor histórico e artístico, procedentes de escavações, prospecções e achados arqueológicos.

Museu Arqueológico de Sambaqui – Joinville/SC

museus-sc

Artes Visuais: coleções de pinturas, esculturas, gravuras, desenhos, incluindo a produção relacionada à arte sacra.

Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) – Florianópolis/SC

Ciências Naturais e História Natural: bens culturais relacionados às Ciências Biológicas (Biologia, Botânica, Genética, Zoologia, Ecologia etc.), às GeoCiências (Geologia, Mineralogia etc.) e à Oceanografia.

Museu Oceanográfico Univali – Piçarras/SC

museus-sc

História: bens culturais que ilustram acontecimentos ou períodos da História.
Museu Histórico Emílio da Silva, Museu Wolfgang Weege e Museu da Paz – Jaraguá do Sul/SC
Imagem e Som: documentos sonoros, videográficos, filmográficos e fotográficos.

Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS) – Florianópolis/SC

museus-sc

Virtual: bens culturais que se apresentam mediados pela tecnologia de interação cibernética (internet).

Museu Virtual Memória da Propaganda

Ciência e Tecnologia: bens culturais representativos da evolução da História da Ciência e da Técnica.

Museu WEG de Ciência e Tecnologia – Jaraguá do Sul/SC
Agora que já foi apresentado, aproprie-se destas informações para montar sua agenda cultural quando vier a Santa Catarina. E se você mora na região, bom, aí não faltam motivos para começar já sua incursão e enriquecer seu conhecimento sobre as descobertas do homem e sua relação com diferentes povos, culturas e valores.

semana nacional dos museus acontece no Museu Weg em maio

Programação especial em maio na 16ª Semana Nacional dos Museus

Entre aqui e faça a inscrição para a palestra: Os benefícios das mídias como ferramenta de marketing.

Maio é um mês particularmente especial, já que se comemora, no dia 18, o Dia Internacional dos Museus. Para registrar a data do jeito que ela merece, o Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) promove a Semana Nacional dos Museus, que este ano chega a sua 16ª edição. O Museu WEG de Ciência e Tecnologia, é claro, vai oferecer atividades especiais, na semana dos dias 15 a 20.

A proposta da semana, além de dar visibilidade aos museus – este ano serão 1.130 participantes de todo o país – é se tornar um verdadeiro instrumento de ampliação do acesso à cultura. E isso tem acontecido! Uma pesquisa feita pelo próprio Ibram mostrou que a média de visitantes nos museus participantes aumenta quase 80%.

Museus hiperconectados

Nesta edição, o tema do evento é “Museus Hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”. A intenção é que os museus se apropriem das novas tecnologias e da ampliação do acesso à informação propiciada pela internet para se (hiper) conectar aos seus antigos e novos públicos. Por isso, ressalta a importância de manter as abordagens para engajar também quem não está online, comunidades onde a conectividade ainda não está presente.

museu weg realiza semana nacional dos museus

Programação no Museu WEG

Neste viés tecnológico, o Museu WEG de Ciência e Tecnologia vai trazer uma abordagem sobre os benefícios das mídias como ferramenta de marketing. A palestra acontece no dia 17 de maio, às 19 horas, no próprio museu, com inscrições gratuitas que podem ser feitas por aqui. A apresentação ficará a cargo da Woop Comunicação, agência responsável pela comunicação do Museu WEG nas mídias sociais.

Você sabia que o Brasil é o quarto país no ranking mundial de população conectada? São 120 milhões de pessoas com acesso à internet, que estão produzindo, consumindo e compartilhando conteúdo nas mídias sociais. E dentro deste universo, elas estão, cada vez mais, falando com e sobre marcas e empresas. Por isso, o foco da palestra será explicar porque é tão importante que as organizações utilizem – de maneira adequada – as mídias sociais como um canal de diálogo com seus consumidores.

Até porque, mesmo se a sua empresa não tenha um perfil comercial on-line, é bem provável que já existem pessoas falando sobre ela em alguma mídia, seja reclamando, elogiando ou tentando tirar alguma dúvida.

Ou seja, não estar presente não significa que você possa controlar o que falam ou não da sua marca. Mas, sem dúvidas, estar lá facilita a comunicação e pode até mudar a percepção dos clientes em relação ao seu negócio.
Além disso, serão apresentados dados das principais mídias sociais, mais utilizadas pelos usuários e as vantagens para as empresas, que podem captar informações muito importantes e influentes para a gestão dos negócios.

Faça sua selfie aqui

acao faça sua selfie aqui museu weg

Aliás, com foco nas redes sociais, outra iniciativa dentro da programação será o “Faça sua selfie aqui”. Para esta ação, selecionamos seis itens que compõem o acervo o Museu WEG – dentre mais de 50 mil itens.

São peças especiais para nós que você terá a oportunidade de conhecer melhor, compreender sua finalidade e importância histórica, além de registrar e postar em seu perfil nas redes sociais. Afinal, assim como a tecnologia, a interatividade está no DNA do Museu WEG.
Então agende aí! Participe da 16ª Semana dos Museus de 15 a 20 de maio, no Museu WEG.

Serviço:

Palestra: Benefícios da mídias sociais como ferramenta de marketing

Quando: 17/05/2018

Horário: 19 horas

Onde: Museu WEG de Ciência e Tecnologia

Inscrições: clique aqui

familia-no-museu

“Família no Museu”: uma programação especial para colaboradores WEG e familiares

A WEG é como uma família, uma família bem grande. Gigante, na verdade! Pensando nisso, o Museu WEG de Ciência…

A WEG é como uma família, uma família bem grande. Gigante, na verdade! Pensando nisso, o Museu WEG de Ciência e Tecnologia criou o projeto “Família no Museu”, voltado aos colaboradores e familiares da empresa que motiva nossa existência. <3 Afinal, o Museu WEG tem como objetivo fomentar a ciência e tecnologia, em torno de uma peça essencial, que é o motor elétrico.

O projeto faz parte da programação comemorativa que o museu promove este ano para comemorar seus 15 anos. A primeira edição do “Família no Museu” acontece no próximo sábado, dia 28. E será sempre assim todos os meses: com duas horas de programação, os visitantes participarão de uma visita guiada, seguida de atividades ludo pedagógicas.

Educação, aliás, faz parte das diretrizes e objetivos do Museu que, desde 2014, desenvolve uma série de ações educativas, voltadas a estudantes e professores. “Também sou cientista”, “Minha cidade sustentável” e “Histórias e Culturas de Jaraguá” são algumas das ações disponibilizadas.

O objetivo do “Família no Museu” é permitir que os funcionários e seus familiares conheçam mais sobre a história de Jaraguá do Sul e da WEG em que atuam, apropriem-se dos conhecimentos e se reconheçam como peças fundamentais no sucesso da empresa que é uma das maiores produtoras de motores elétricos do mundo. Além, é claro, de se divertir com uma programação de lazer diferenciada.

Porque ao visitar o museu é isso que se percebe: que a participação de cada um é essencial, algo que os fundadores da WEG – Werner, Eggon e Geraldo – sempre primaram. A valorização de esforços e a diferença que só o ser humano pode fazer, com sua dedicação.

Então se você é colaborador, a partir de agora é assim. No último sábado de cada mês, traga sua família e participe do “Família no Museu”. Ah, e fique de olho nas redes sociais para confirmação das datas!

CENTROWEG - 24

CentroWEG completa 50 anos

Centro de Treinamento da WEG já capacitou mais de 3.600 alunos

No intuito de formar mão de obra qualificada para atender as demandas de crescimento da empresa, em abril de 1968 foi criado o Centro de Treinamento WEG (CentroWEG), localizado dentro do parque fabril da WEG em Jaraguá do Sul (SC). Em 2018 a iniciativa completa 50 anos tendo capacitado mais de 3.600 alunos. Atualmente são 264 jovens que estudam no CentroWEG e estão em formação profissional, com faixa etária entre 16 e 18 anos, distribuídos em oito cursos de aprendizagem que englobam as áreas de mecânica, eletricidade, eletrônica, química e informática.

Para estudar os alunos recebem um salário de aprendiz e são registrados como colaboradores WEG, assim possuem todos os benefícios oferecidos pela empresa, incluindo a Participação nos Lucros. O curso é totalmente gratuito e os alunos ainda recebem todo o material didático necessário para as aulas teóricas e práticas. O certificado do curso de aprendizagem é emitido pelo SENAI SC e tem validade em todo o Brasil.

A estrutura do CentroWEG possui cerca de 2.550m², tendo 21 laboratórios, cinco salas de aula e 13 instrutores dedicados em tempo integral exclusivamente para capacitar os jovens aprendizes. Ao todo são oito cursos: usinagem, montagem eletromecânica, eletrônica, eletrotécnica, mecânica de manutenção, mecânica de ferramentaria, química e programação de sistema de informação. “Percebo que o principal motivador é a qualidade da formação e oportunidade de então continuarem na WEG, sendo efetivados em diversas áreas que demandam conhecimento técnico”, completa Hilton Faria, Diretor de RH e Relações Institucionais.

O processo seletivo ocorre todos os anos e é sempre muito concorrido, por exemplo, em 2017 houveram 1620 inscritos para 144. Há pré-requisitos relacionados a idade e a escolaridade. Primeiramente, os candidatos acompanham uma palestra para conhecer melhor os cursos e em seguida participam de testes de raciocínio e matemática. Os candidatos melhores classificados neste primeiro teste participam de uma semana de ambientação, onde fazem provas teóricas e práticas específicas do curso. Os candidatos ainda passam por entrevista com psicólogo e exames médicos. Os aprovados são divulgados no site da WEG e começam a estudar no ano seguinte.

Destaque Internacional
Em 2017, prestes a completar 50 anos, o CentroWEG foi destaque em jornal britânico, o The Economist, como um exemplo mundial em educação técnica para o mercado de trabalho em uma reportagem que abordava iniciativas que contribuem para a redução da desigualdade por meio da capacitação de jovens.

Inspiração
A iniciativa de criação de uma escola dentro das instalações da empresa partiu dos três fundadores após uma viagem de negócios à Alemanha em 1968, onde constataram durante visitas às fábricas, que as mesmas ofereciam cursos profissionalizantes para jovens. Na época Jaraguá do Sul ainda era uma pequena cidade no norte de Santa Catarina, pouco industrializada e onde a maioria das pessoas viviam basicamente da agricultura e não se dispunha de operários com conhecimento para atuar na indústria.