museu-weg-guerra-das-correntes

A batalha das correntes: um fato histórico digno de filme



Se houvesse um duelo entre grandes nomes da ciência, como Thomas Edison e Nikola Tesla, para quem você iria torcer?…

Se houvesse um duelo entre grandes nomes da ciência, como Thomas Edison e Nikola Tesla, para quem você iria torcer? Apesar da batalha ser figurada, a luta entre os dois cientistas existiu, mas de uma maneira mais sutil. O primeiro defendia o sistema de corrente contínua, enquanto o segundo tentava provar a eficiência da corrente alternada, usada até hoje.

Muito conhecido pela criação da lâmpada incandescente, Thomas Edison sempre ganhou destaque na história por suas diversas invenções.

Principalmente pelo desenvolvimento do sistema de distribuição de eletricidade de Nova York, em 1882. No entanto, foi Nikola Tesla quem criou o sistema elétrico essencial em nosso dia a dia.

A diferença entre correntes

Para entender melhor essa batalha, é fundamental compreender a diferença entre os tipos de corrente. Na contínua (CC), a eletricidade transita do polo negativo para o positivo, como funcionam as pilhas, por exemplo.

Já a corrente alternada (CA), os polos funcionam alternados, mudando dezenas de vezes por segundo, fazendo com que a eletricidade flua em zigue-zague. Para isso, fazia-se necessário o uso do comutador.

A diferença entre ambas, é que no modelo contínuo, é preciso cabos extensos para distribuir a energia, enquanto a opção alternada, é possível levar a eletricidade em uma distância muito maior, usando cabos de alta voltagem e transformadores.

Inimizade

Tesla chegou até apresentar sua ideia para Thomas, enquanto trabalhavam juntos na Companhia de Iluminação Edison, entre 1882 e 1885, mas ele não aceitou sua invenção.

A partir daí, surgiu uma inimizade entre eles.
E foi pela defesa de suas invenções que a disputa entre os cientistas ganhou proporções dignas de um enredo de filme.

Enquanto Thomas fazia exposições em público de animais sendo eletrocutados para provar a eficiência da corrente contínua, Tesla abria mão de seu patrimônio para investir em pesquisas em favor da sua teoria.

Em 1895, o laboratório de Tesla pegou fogo e com ele, todos os materiais da pesquisa foram destruídos. No entanto, sua invenção tornou-se eficaz perante outros pesquisadores e foi considerada, anos depois, uma grande evolução para o sistema elétrico mundial. Tanto, que até hoje a corrente alternada é a solução usada para a tomada da sua casa, por exemplo.

Você pode saber mais sobre toda a história do eletromagnetismo de maneira prática aqui no Museu Weg de Ciência e Tecnologia. Veja nossos horários e agende-se!